Menu

ConexãoLabPesquisadores empreendem por natureza, afirma especialista

“Sim! Empreendedorismo é coisa de universidade pública”. Com a afirmativa que responde à questão-tema do último Conexão.Lab de 2021, o especialista em educação empreendedora Fernando Dolabela abriu o talk show realizado pela Gerência de Projetos do ICB na última terça-feira, 7/12.

Consultor em empreendedorismo, Fernando Dolabela acredita que “nossas universidades públicas são espaços de pesquisa e estão na ponta dessa área”. Criador da primeira disciplina de empreendedorismo no curso de Ciência da Computação da UFMG, na década de 90, o professor citou o desenvolvimento de empresas reais com reconhecida participação da Universidade, uma delas adquirida pela Google, para demonstrar que, a partir de um nível profundo de pesquisa como o da UFMG, se pode criar um ecossistema empreendedor mais bem estruturado.

Apesar de acreditar que o lugar do empreendedor seja “a rua”, pois o empreendedorismo se propaga através do contágio social, da construção de redes, Dolabela acredita que o campus seja fundamental para fazer a conexão entre os estudantes que desejam empreender e o mercado, investidores e capital de alto risco, funcionando como um “hub”.

Durante o evento, em que respondeu questões coletadas pelas redes sociais e enviadas pelos participantes por meio do chat, Dolabela explicou que o empreendedorismo pode ser entendido como “a transformação do conhecimento, da criatividade e dos sonhos e energia das pessoas em riqueza para a coletividade”. “Todos que criam, podem empreender”, afirmou. Por isso, para ele, o pesquisador “é por natureza um empreendedor”.

Como características do empreendedor, Dolabela destaca um perfil “rebelde”. De acordo com o especialista, “se for conformista, não cria nada de diferente”. Para consultor, o empreendedor é um insatisfeito. “É essa a mensagem que a universidade tem de dar aos alunos: você pode fazer melhor. Pois, empreendedorismo é um processo de criatividade, de ruptura de padrões, de ir contra o sistema”, defende.

Nesse contexto, os docentes têm o papel de “disparar o gatilho emocional de cada aluno”, ou seja, ativar a emoção, motivando o estudante, por meio do questionamento, a buscar realização para seu sonho, entendido como construção de futuro, a fazer algo melhor”.

ConexãoLab

O Conexão.Lab é um programa da Gerência de Projetos do ICB que tem por objetivo fortalecer a cultura empreendedora dentro da universidade. Nas edições de 2021 estiveram em pauta assuntos como registro de patentes, inovação e relação com a iniciativa privada, com a presença de vários especialistas de mercado.

SAIBA MAIS
Conexão.Lab www.icb.ufmg.br/conexaolab

NOTÍCIA RELACIONADA
Especialista encoraja pesquisador a sair do laboratório e a ouvir mercado - 04/11/2021

Redação: Dayse Lacerda. Coordenação: Marcus Vinicius dos Santos.

Assessoria de Comunicação Social e Divulgação Científica

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo