Menu

O Instituto de Ciências Biológicas da UFMG é reconhecido como um dos maiores centros de pesquisa do Brasil, tanto em áreas ambientais quanto relacionadas à saúde humana, animal e vegetal, e à biotecnologia. Mas como foi que chegamos até aqui, nesses 47 anos de trajetória de vidas e conquistas? Ou melhor, qual é a história científica do Instituto?

A pesquisa é coordenada por professoras do Departamento de História da UFMG. Ana Carolina Vimeiro, Rita de Cássia Marques e Anny Jaqueline Torres Silveira, do grupo de pesquisa Scientia, assumiram o desafio de contar essa história, com requintes de veracidade. Elas observam que a história administrativa do ICB já foi muito bem registrada, ao contrário de sua história científica.  CLIQUE PARA AMPLIAR

Agora, na fase de levantamento de dados, elas estão em busca de relatos e documentos que possam ajudar a construir essa história, de quase 50 anos.

“O principal objetivo é produzir um livro, mas outros resultados são possíveis, como a organização de um acervo de memória do ICB”, reforça Rita de Cássia, que também é coordenadora da Rede de Museus da UFMG.

Parte dos recursos necessários para a pesquisa são oriundos do Prêmio Mares Guia, que o ICB recebeu no final de 2013.

Para fazer contato e agendar um momento para ajudar as pesquisadoras com alguma informação de seu conhecimento, envie email para o grupo delas:

 

Ouça também
ICB recebe “Mares Guia” por excelência em pesquisa básica    (Streaming/MP3/Nov/2013)

 

 

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo