Menu

Pesquisadora em atividade no CT Vacinas da UFMG um dos laboratórios da rede Pedro Vilela Getty ImagesPesquisadora em atividade no CT Vacinas da UFMG um dos laboratórios da rede - Foto: Pedro Vilela Getty ImagesA Rede Nacional de Laboratórios de Campanha, coordenada pelo professor André Ricardo Massensini, do departamento de Fisiologia e Bioquímica do Instituto de Ciências Biológicas, inicia nas próximas semanas uma série de análises para avaliar a possibilidade de validação de um novo método de detecção da covid-19 a partir de amostras de saliva.

O método, ainda não autorizado pelo Ministério da Saúde e nem pela Organização Mundial de Saúde (OMS), usa um aparelho de infravermelho para analisar as amostras. “A coleta da saliva é mais fácil e o resultado sai mais rapidamente”, explica o pesquisador. Ele destaca que como não seria preciso enviar o teste para ser processado em laboratório, “pois qualquer hospital poderá adquirir o equipamento e realizar os exames”, caso o método seja validado será possível a coleta e a análise de mais amostras fora dos grandes centros urbanos.

Isso tornaria mais barato e mais ágil o diagnóstico. Também seria possível o mapeamento de pessoas e de áreas com maior incidência de contaminação e a adoção de ações de saúde pública pontual e rapidamente, como o confinamento e o início da medicamentação possível, quando for o caso.

Massensini, que é graduado em Farmácia e pós-doutor em Farmacologia e em Neurociências, esclarece que o projeto é uma iniciativa do professor Luiz Ricardo Goulart, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), e está sendo desenvolvido em conjunto com a Rede de Laboratórios de Campanha, que por sua vez é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e (MCTI), para ampliar a rede de diagnóstico do sistema de saúde pública do Brasil. Além disso, a Rede de testagem contribui também para a formação de profissionais e de futuros pesquisadores.

Da UFMG sete laboratórios participam desta rede

- Laboratório de Vírus / ICB
- INCT Dengue / ICB
- Laboratório de RNA de Interferência / ICB
- CT-Vacinas / BH-Tec
- Laboratório de Genética e Biologia Molecular / Nupad / Medicina
- Laboratório Institucional de Pesquisa em Biomarcadores / Farmácia
- Aquacen / Veterinária

Além da UFMG, a rede de laboratórios de campanha congrega as universidades federais Fluminense (UFF), da Paraíba (UFPB), de Pernambuco (UFPE), de Goiás (UFG), de São Paulo (Unifesp), de Santa Maria (UFSM), do Mato Grosso do Sul (UFMS), do Rio de Janeiro (UFRJ), do Amazonas (Ufam), do Paraná (UFPR), do Oeste da Bahia (Ufob) e a Estadual de Santa Cruz (Uesc/BA).

 

(Com informações da Agência de Notícias UFMG, Foto: Pedro Vilela Getty Images/Cedecom)

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo