Menu

Santuza.Maria.Ribeiro.na.ABC.ImagemTVUFMG

A professora Santuza Maria Ribeiro Teixeira, do departamento de Bioquímica e Imunologia do ICB, foi eleita membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC), uma das mais antigas associações de cientistas e a mais prestigiosa do Brasil. Atualmente um dos projetos mais relevantes da pesquisadora envolve o uso de técnicas de edição de genoma para o desenvolvimento de vacinas inéditas contra a doença de Chagas e a leishmaniose.

O anúncio foi feito no dia 3 de dezembro durante Assembleia Geral Ordinária da Academia, no Rio de Janeiro, que elegeu também outros 13 cientistas, de diversas áreas do conhecimento, não só como membros titulares, mas também como correspondentes e afiliados.

A eleição se dá apartir de rigoroso processo de seleção, levando em conta também a "liderança exercida no avanço das atividades científicas e tecnológicas do país". Por causa disso, a ABC considera que seus membros sejam legítimos representantes da comunidade científica nacional.

flavio amaral biq

AFILIADO

Do mesmo departamento, o professor Flávio Almeida Amaral, foi eleito como membro afiliado, na área das Ciências Biomédicas. Seu principal foco de estudo está relacionado aos mecanismos envolvidos na inflamação, lesão e dor de articulações, envolvendo pesquisas básicas e translacionais. Membros afiliados são jovens pesquisadores de excelência, com menos de 40 anos, eleitos pelos membros titulares, para cada uma das regionais da ABC, por um período de cinco anos, não renováveis.

Outro aspecto relevante deste ano é que, segundo a ABC, a participação feminina aumentou expressivamente. Dos 14 titulares eleitos, sete são mulheres, e dentre os 30 afiliados eleitos, 14 são mulheres.

A posse dos membros titulares e correspondentes será em maio de 2020, durante a Reunião Magna da ABC. Os membros afiliados terão suas cerimônias de posse associadas a simpósios científicos, em cada região, para que apresentem suas pesquisas.

A ACADEMIA

Fundada em 1916, a ABC é uma entidade independente, não governamental e sem fins lucrativos que hoje tem cerca de 900 membros, de todo o país. Focada no desenvolvimento científico nacional, tem o papel de promover a interação entre os cientistas brasileiros e de outros países parceiros. Ela "atua como sociedade científica honorífica e contribui para o estudo de temas de primeira importância para a sociedade, visando dar subsídios científicos para a formulação de políticas públicas", informa o site da instituição. Está disponível na página web da ABC (Clique Aqui) a lista de nomes de todos os membros recém-eleitos.

 

SAIBA MAIS SOBRE SANTUZA RIBEIRO TEIXEIRA

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília (1982), mestrado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular) pela Universidade de Brasília (1985) e doutorado em Bioquímica pela Université de Lausanne, na Suíça (1990). Realizou estágio de pós-doutorado na Universidade de Iowa (1991-1996) e licença sabática na Universidade de Maryland (2008), nos Estados Unidos. Desde 2013 é Professora Titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia da Universidade Federal de Minas Gerais e membro do INCT Vacinas. Foi pesquisadora do Howard Hughes Medical Institute (International Research Scholar), Chefe do Departamento de Bioquímica e Imunologia da UFMG e Presidente da Sociedade Brasileira de Protozoologia (SBPz). Atualmente é a Coordenadora do Centro de Tecnologia em Vacinas (CT-Vacinas), no Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-Tec), bolsista de produtividade 1-B do CNPq e Professora Residente do Instituto de Estudos Avançados Interdisciplinares da UFMG (IEAT). Depois de participar do consórcio internacional que sequenciou o genoma de vários protozoários parasitos, participou de diversos outros estudos de genoma com grupos nacionais e internacionais e teve seus estudos de Parasitologia Molecular voltados para regulação da expressão gênica, interações parasito-hospedeiro, descoberta de antígenos, variabilidade genética e reparo de DNA em Trypanosoma cruzi, o causador da doença de Chagas e em Leishmania spp, causadora de diferentes formas de leishmaniose. Para realizar esses estudos, o seu grupo desenvolveu métodos e ferramentas moleculares de manipulação de genomas de parasitos, incluindo a implementação da tecnologia de edição gênica baseada em CRISPR/Cas9.  Fonte: Departamento de Bioquímica e Imunologia do ICB

OUTROS PROFESSORES DO ICB MEMBROS DA ABC

Vários professores do Instituto de Ciênias Biológicas da UFMG são membros da ABC. Dentre os titulares, constam os nomes dos professores Antoniana Ursine Krettli, do Departamento de Parasitologia; Egler Chiari, do Departamento de Parasitologia; Geraldo Wilson Afonso Fernandes, do Departamento de Genética, Ecologia e Evolução; Giovanni Gazzinelli, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Marcus Vinicius Gomez, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Mauro Martins Teixeira, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Nelson Monteiro Vaz, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Paulo Sérgio Lacerda Beirão, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Ricardo Tostes Gazzinelli, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Robson Augusto Souza dos Santos, do Departamento de Fisiologia e Biofísica; Sérgio Danilo Junho Pena, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Vasco Ariston de Carvalho Azevedo, do Departamento de Genética, Ecologia e Evolução. Além desses, o professor Jônatas Santos Abrahão, do departamento de Microbiologia, é membro Associado; e são membros Afiliados os professores Angélica Thomaz Vieira, do departamento de Bioquímica e Imunologia; Alexander Birbrair, Departamento de Patologia; Angélica Thomaz Vieira, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Fabiola Mara Ribeiro, do Departamento de Bioquímica e Imunologia; Gustavo Batista de Menezes, do Departamento de Morfologia; e Helton da Costa Santiago, do Departamento de Bioquímica e Imunologia.

 

 

CONTATOS PARA A IMPRENSA

Profa. Santuza Maria Ribeiro Teixeira. Laboratório de Genética Molecular de Parasitos. Departamento de Bioquímica e Imunologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.
Bloco Q4-256. (31) 3409 2665.

Prof. Flávio Almeida Amaral. Laboratório de Imunofarmacologia, Bioquímica e Imunologia. Departamento de Bioquímica e Imunologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.
Bloco O4-202. (31) 3409 2644 -

 

 

 

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Assessoria de Comunicação Social e Divulgação Científica do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais.
Jornalista responsável: Marcus Vinicius dos Santos
  |  www.icb.ufmg.br  |   (31) 3409 3011  |

 

 

(Atualizada em 6/12/2019, às 18h50)


Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo