Menu

filamentosos icb.ufmgFoi lançado no Instituto de Ciências Biológicas da UFMG um serviço, aberto à sociedade, dirigido a identificar fungos em material clínico humano e animal, bem como para determinar a sensibilidade desses fungos a medicações utilizadas para tratar infecções fúngicas.

Segundo Susana Johann, coordenadora da iniciativa e professora do Departamento de Microbiologia do ICB, existem poucos laboratórios no Brasil que oferecem este serviço, muito importante para que médicos e médicos veterinários possam recomendar tratamento mais eficaz para as infecções causadas por fungos em humanos e em outros animais. 

O serviço, chamado “Micologistas associados”, integra o projeto de extensão “Identificação e perfil de susceptibilidade a antifúngicos de fungos de importância clínica”, do qual participam diversos profissionais de renome nessa área. São professores, pesquisadores, pós-doutorandos e estudantes de mestrado e doutorado do laboratório de Micologia e do laboratório de Taxonomia, Biodiversidade e Biotecnologia dos Fungos, do ICB UFMG e de pesquisadores do Núcleo de Pós-graduação e Pesquisa da unidade de Ensino e Pesquisa do Hospital Santa Casa de Belo Horizonte.

Susana Johann explica ainda que a identificação do fungo causador da micose, além de contribuir para um tratamento mais efetivo, permite o isolamento desses fungos a partir de material clínico, assim como viabiliza a avaliação do perfil de sensibilidade desse tecido aos medicamentos administrados.

“O cuidado com os pacientes com comprometimento do sistema imunológico, que vem aumentando nas últimas décadas e resultando em elevada mortalidade, ainda é mais sério quando o paciente está hospitalizado e  precisa ser submetido a diferentes tipos de tratamento”, esclarece a microbiologista, formada na UFMG e também coordenadora do Curso de Especialização em Diagnóstico e Controle Microbiológico. (Mais informações sobre o curso e inscrições para a turma 2020, no site da Fundep) (bit.ly/MicrobiologiaLato2020). 

ALGUMAS TÉCNICAS DISPONÍVEIS

Exame micológico direto, cultura das amostras, identificação por metodologias convencionais e moleculares, além detestes de concentração inibitória mínima para avaliar o perfil de susceptibilidade aos antifúngicos convencionais, dentre outras.

CONHEÇA A EQUIPE

Coordenadora do projeto:
Profa. Susana Johann- Departamento de Microbiologia - ICB

Principais Colaboradores:
Prof. Daniel Assis Santos - Departamento de Microbiologia - ICB
Prof. Carlos Augusto Rosa - Departamento de Microbiologia - ICB
Dra. Danielle Letícia da Silva - Departamento de Microbiologia - ICBDra. Ludmila Baltazar - Departamento de Microbiologia - ICBDra. Rachel B. Caligiorne - Núcleo de Pós-graduação do Hospital Santa Casa de Belo Horizonte - Ensino e Pesquisa.


OUTRAS INFORMAÇÕES

Horário: 9h às 17h (De Segunda-feira a Sexta-feira)
Endereço eletrônico: https://diagnosticofungico.wixsite.com/micologistasEmail:
(31) 3409 2740
        3409 2739


INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Profa. Susana Johann – Laboratório de Taxonomia, Biodiversidade e Biotecnologia de Fungos do Departamento de Microbiologia do ICB.
Bloco H, segundo andar, sala 40.
(31) 3409 2740

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo