Menu

Destaque.site.ICB.UFMG

 

A Organização Pan-Americana de Saúde lembra que "Nosso mundo é desigual". A Opas também reconhece que a covid-19 evidenciou o fato de que algumas pessoas vivem de forma mais saudável e têm melhor acesso aos serviços de saúde, ao passo que outras têm acesso limitado a serviços de saúde de qualidade, e ainda lutam para sobreviver com pouca renda diária, além de sofrerem enorme restrição em todos os fatores determinantes da saúde, como habitação, educação de qualidade, emprego, alimentação, ambiente seguro, água e ar limpos, dentre outros.

"Pedimos aos líderes que monitorem as iniquidades em saúde e garantam que todas as pessoas tenham acesso a serviços de saúde de qualidade quando e onde precisarem", reitera a organização. Para eles, uma vez que a covid19 tenha atingido duramente todos os países, seu impacto foi "mais severo nas comunidades que já enfrentam vulnerabilidade significativa, que estão mais expostas à doença, com menor probabilidade de acesso a serviços de saúde de qualidade e maior probabilidade de sofrer consequências adversas devido como resultado das medidas implementadas para conter a pandemia".

Por isso o lema da campanha em 2021: "É hora de construir um mundo mais justo e saudável para todos em todos os lugares".

O Instituto de Ciências Biológicas da UFMG acredita nesta campanha.

Acredite você também.

Saúde!

 

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo