Menu

Evento de quarta-feira à tarde, dia 20, reúne especialistas da Microbiologia, Imunologia, Infectologia, Enfermagem, Comunicação Social e Ciência Política

 

imagesUm abrangente panorama da vacinação contra a covid-19 será abordado nesta quarta-feira, 20 de janeiro, no webinário A corrida às vacinas: imunizar a população para controlar a pandemia. Especialistas da UFMG de diversas áreas vão tratar de temas como os perfis das vacinas desenvolvidas, a importância da ampla imunização e do pacto coletivo que ela exige, o combate à desinformação e os fatores geopolíticos envolvidos.

O painel será aberto às 14h pela reitora Sandra Regina Goulart Almeida, com transmissão pelo canal da Coordenadoria de Assuntos Comunitários (CAC) no YouTube e tradução em Libras (https://www.youtube.com/cacufmg).

O webinário será dividido em dois eixos temáticos: aspectos da saúde e aspectos políticos e sociais.

O primeiro será aberto às 14h15 pelo professor Flávio Fonseca, que assumiu recentemente a presidência da Sociedade Brasileira de Virologia (SVB). Ele vai falar sobre as principais vacinas, as diferenças entre elas e os impactos das novas cepas.

Em seguida, o professor Jorge Andrade, da Faculdade de Medicina, vai tratar da segurança das vacinas e da diferença entre imunização e imunidade. Esse bloco do webinário será encerrado pelo professor e infectologia Unaí Tupinambás, da Faculdade de Medicina, que discorrerá sobre as perspectivas de duração e fim da pandemia.

Na segunda parte, que tratará da dimensão social da imunização, a professora Sheila Aparecida Ferreira Lachtim focalizará sua exposição no papel social do SUS e no pacto coletivo da vacina, refletindo sobre sua obrigatoriedade ou não. Na sequência, a professora Geane Alzamora, do Departamento de Comunicação Social, vai falar sobre o combate à onda de fake news suscitada pela vacina. No encerramento, o professor Dawisson Belém Lopes fará uma análise da geopolítica da vacinação e das perspectivas para o Brasil.

Após as apresentações, os especialistas responderão a perguntas do público.

 

PARTICIPANTES

Presidente da SBV, o professor Flávio Guimarães da Fonseca, do Departamento de Microbiologia do ICB, é pesquisador associado do CT Vacinas e integrante do Comitê Permanente de Enfrentamento do Novo Coronavírus da UFMG. É graduado (1993) e mestre em Ciências Biológicas (1996) e doutor em Ciências Biológicas, com ênfase em Microbiologia e Virologia (2000) pela UFMG. Realizou duas residências pós-doutorais: a primeira no National Institutes of Health (NIH), em Bethesda, EUA (2001-2003), e a segunda, no Centro de Pesquisas René Rachou, a Fiocruz Minas (2004-2005), em Belo Horizonte.

Jorge Andrade é graduado pela Faculdade de Medicina da UFMG (1986), onde também cursou mestrado e doutorado. Chefe do Serviço de Imunologia do Hospital das Clínicas (HC), Andrade é consultor, desde 2004, da Organização Mundial da Saúde e membro de diversos comitês nacionais e internacionais sobre aids em crianças, adolescentes e gestantes.

Unaí Tupinambás é graduado (1986) em Medicina pela UFMG, onde cursou mestrado (1999) e doutorado (2004) em Ciências da Saúde: Infectologia e Medicina Tropical. Professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina, é assessor técnico do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIHV), do Ministério da Saúde, e líder do grupo de pesquisa (HIV/Aids e covid-19). Integra os comitês de enfrentamento do coronavírus da UFMG e da Prefeitura de Belo Horizonte.

Sheila Aparecida Ferreira Lachtim é graduada em Enfermagem, mestre em Ciências e doutora em Ciências da Saúde pela USP, além de especialista em Saúde da Família pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É professora adjunta no Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem da UFMG.

Geane Alzamora é graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo pela PUC Minas (1990), mestre (1996) e doutora (2005) em Comunicação e Semiótica pela PUC São Paulo. Ela fez estágio doutoral (2003-2004) na Universidade de Kassel, na Alemanha, e pós-doutoral (2014-2015) na Universidade Pompeu Fabra, na Espanha. Professora do Departamento de Comunicação Social da UFMG, é colíder do grupo de pesquisa Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermidiáticas (NucCon).

Dawisson Belém Lopes é professor de política internacional e comparada e do Programa de Pós-graduação em Ciência Política. Diretor adjunto de Relações Internacionais da UFMG, atua como pesquisador sênior no Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri). É graduado em Relações Internacionais pela PUC Minas (2003), mestre pela UFMG (2006) e doutor em Ciência Política pela Iespe-Uerj (2010).

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo