Menu

foto.reprodução.cantaridas

O Coral Cantáridas, do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, lançou sua terceira produção durante a pandemia: "Caçador de mim". Composição de Sérgio Magrão e Luiz Carlos Sá, a música foi originalmente lançada em 1981, na voz de Milton Nascimento.

Segundo Matheus Almeida, produtor do vídeo e pianista do Cantáridas, a ideia é "revisitar uma das músicas de grande repercussão e significado do nosso repertório. Ela foi cantada pelo coral em 2018, sob a regência do maestro Gabriel Oliveira, e em 2019, sob a regência do maestro Gabriel Santos", esclarece.

O músico explica ainda que foram necessárias algumas adaptações no arranjo original, muito em função do fato de que um coral virtual é muito diferente de um concerto ao vivo.

O material é produzido individualmente. Cada cantor é gravado em sua casa e o trabalho de pós-produção vai além de unir esse material na sequência da música, mas, também, de buscar uma harmonia sonora do conjunto e aproveitar o formato para entender as dificuldades sonoras e valorizar as qualidades individuais dos cantores.

"A atmosfera sonora da música nos convida a um estado introspectivo. Somada à letra nas vozes do coro, a música traduz o drama do ser humano na busca pelo autoconhecimento. Isso nos ampara em nossos momentos de escape, ao mesmo tempo em que nos faz refletir sobre os desafios e dificuldades que enfrentamos", afirma o maestro Gabriel Santos.

Sobre o significado da letra a soprano Renata Mendes comenta que "'Caçador de mim vem ao encontro do que estamos todos vivendo nessa pandemia. Há muita vida para ser vivida e é preciso espírito de luta para enfrentar os percalços do isolamento", analisa a servidora técnico-administrativa, para quem todos nós precisamos ser 'caçadores de nós mesmos'. "Nada a temer, senão o correr da luta, nada a fazer, senão esquecer o medo", recita ela.

A professora Rosy Isaias, coordenadora do coral, comemora o feito e convida a todos os interessados em canto coral para conhecer o trabalho do Coral do ICB.

ASSISTA O VÍDEO

SAIBA MAIS DO CANTÁRIDAS

O Cantáridas foi criado em 1991 no Instituto de Ciências Biológicas (ICB) como parte do projeto “Corais no Campus”, da Escola de Música da UFMG. O objetivo do projeto era criar um grupo coral em cada unidade acadêmica ou administrativa da UFMG e promover um maior entrosamento social dentro e fora dessas unidades. Eclético, desde sua criação apresenta repertório composto tanto por música popular brasileira, quanto folclórico e sacro, para as comunidades universitária e externa.A atividade é registrada junto ao Centro de Extensão do ICB, contando com total apoio das diretorias, desde sua criação. Pouca gente sabe, mas Cantáridas é o nome de um besouro (Lytta vesicatoria) usado na medicina antiga para fins afrodisíacos e diuréticos.

MAIS INFORMAÇÕES

 

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo