Menu

banner andreia borroso 2Andreia Barroso Gonçalves, jovem bióloga e pesquisadora formada integralmente na UFMG, publicou, em julho, artigo na revista Nature Neuroscience, em colaboração com pesquisadores do Brasil e da Argentina, no qual são elucidados os mecanismos moleculares empregados pelo vírus Zika para causar microcefalia em recém-nascidos.

Em entrevista a Jannely Villarreal, para a coluna “Destaque em Pesquisa” do Centro de Estudos Latino-Americanos da Universidade de Harvard, no final de agosto, ela, que tem mestrado em Infectologia e Medicina Tropical e doutorado em Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, apresenta os principais resultados de sua pesquisa, fala de sua trajetória acadêmica e aponta suas perspectivas.

A pesquisadora mineira conta também como seu trabalho no laboratório da professora Fabiana Simão Machado, da pós-graduação em Bioquímica e Imunologia do ICB UFMG, permitiu que ela chegasse a pós-doutoranda no Laboratório do professor Francisco Quintana, no Centro de Doenças Neurológicas do Hospital Brigham and Women’s, da Harvard Medical School.

Ela reconhece que ainda está contruindo seu futuro e declara o desejo de manter os estudos colaborativos com os membros da rede que está desenvolvendo no exterior. "Estar no centro mundial do conhecimento é viciante e, por enquanto, não pretendo deixar isso para trás, afirma a cientista Andreia Gonçalves, brasileira, que não desiste nunca.

LEIA ENTREVISTA

Versão original - Em inglês

Versão traduzida - Google Translator

LEIA O ARTIGO DA NATURE

AHR is a Zika virus host factor and a candidate target for antiviral therapy
Published: 20 July 2020. Updated: 10 August 2020.

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo