Menu

foto oficialEstudantes de graduação de todas as áreas e outros interessados em manipulação de moléculas biológicas já podem se inscrever para o 5º Curso de Verão de Engenharia de Máquinas Biológicas, oferecido pela equipe IGEM UFMG_Brazil de Biologia Sintética, com apoio do Idea Real, laboratório aberto do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG. O objetivo é incentivar a adesão de novos integrantes aos estudos da Biologia Sintética e à descoberta do potencial dessa área, ainda nova, na geração de novos conhecimentos, produtos e arte.

turma do curso 2018Os participantes vão descobrir como é possível utilizar partes padronizadas de DNA para criar novos genes, como conectá-los em "circuitos biológicos" e como inseri-los em organismos vivos com o intuito de transformá-los em "máquinas" geneticamente modificadas. Também, vão se inteirar sobre o Movimento Maker e conhecer a competição iGEM, realizada anualmente pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), em Boston, nos Estados Unidos, na qual o grupo da UFMG tem participado e se destacado nas últimas edições.

A Biologia Sintética é a área que tem como objetivo criar novas funções ou sistemas biológicos sob a ótica da engenharia. Pioneira da Biologia Sintética no Brasil, a professora Liza Felicori, da equipe de coordenação, chama a atenção para a importância do desenho e da simulação dos processos estudados, antes dos mesmos serem construídos. "As possibilidades de uso da Biologia Sintética parecem ser tão amplas quanto a imaginação do ser humano", afirma.

Para a professora Rafaela Salgado Ferreira, do departamento de Bioquímica e Imunologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, que também integra a coordenação do curso, "graças aos avanços do conhecimento e da tecnologia na área da genética, a biologia moderna é capaz de alterar o código genético de alguns organismos para que eles passem a executar alguma função complexa diferente da que já fazia", salienta.

O CURSO

Realizado entre 10 e 14 de fevereiro de 2019, o curso terá conteúdos teóricos e práticos. Pela manhã, das 9h às 12h, diariamente será ministrado o módulo teórico. Os conhecimentos práticos serão dados nos quatro dias, das 13h às 17h.

No curso, o estudante terá noções de empreendedorismo e liderança que vão permitir o desenvolvimento de um projeto ao longo da semana. Na parte de Introdução à Biologia Sintética os estudantes terão contanto com as técnicas básicas necessárias para a manipulação de DNA e criação de Organismos Geneticamente Modificados, como técnicas de edição gênica como CRISPR-Cas9 na prática!

Os alunos também terão contato com o movimento Maker e DIYbio além de Bioarte. Ainda, serão abordados métodos computacionais para a simulação de problemas biológicos complexos, por meio de grafos, redes metabólicas e de sistemas de equações diferenciais. Nesta parte, o metabolismo de bactérias será modelado e otimizado.

 

INSCRIÇÕES

No site da Fundep

 

MAIS INFORMAÇÕES

Site do V CVEMB No site do V CVEMB

Curso Verão:

Facebook do iGEM

Equipe iGEM_UFMG:

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Novo laboratório biohacker da UFMG já vai encerrar inscrições para curso de biologia sintética aberto à população (Fev. 2019)

Biologia sintética faz vaquinha e palestras para interessados em inovação e genética (2015)

 

 

 

 

CONTATO PARA ENTREVISTAS

Profa. Liza Fericolli - (31) 3409 2981 / 3409 2624 -

Profa. Rafaela Salgado Ferreira - (31) 3409 3031 / 3409 2624 - <>

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo