Menu

UFMG Jovem

Pela primeira vez, a UFMG Jovem, feira de ciências da educação básica de Minas Gerais, abrigará projetos da educação infantil. “Na sua experiência cotidiana, a criança também é afetada pelo diferente, pelo imprevisível, pelo estranhamento e procura explicações. Assim também é o cientista, que procura, antes de tudo, ser curioso, inventivo e criativo, qualidades que sobram nas crianças e devem ser preservadas e cultivadas”, justifica a professora Débora d'Ávila Reis, do departamento de morfologia, coordenadora do evento.

Biodiversidade, tecnologia e arte é o tema da edição que comemora os 20 anos do evento. A temática está associada às discussões da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. As atividades, que ocorrerão nos dias 19 e 20 de setembro, no hall do CAD 1 do campus Pampulha, serão, de alguma forma, atravessadas pela memória das edições anteriores. Pessoas que participaram de eventos anteriores, em especial da primeira edição, em 1999, falarão de suas experiências e aprendizados. Um vídeo com imagens históricas da UFMG Jovem também será exibido.

“É um orgulho fazer parte desta instituição, que, por meio de diversas atividades procura estar sempre próxima da educação básica, contribuindo, escutando, dialogando e propondo reflexões sobre a ciência e a educação em nosso país”, afirma a professora Débora. Segundo ela, o evento proporciona maior interação de professores e estudantes em decorrência do encontro de escolas de todo o estado, com apresentação de projetos que estimulam o pensamento crítico e a criatividade. “A expectativa é ver coisas novas surgindo de diferentes regiões de Minas”, afirma a coordenadora.

Inscrições
De acordo com a chamada do evento, professores de escolas públicas e privadas da educação infantil, ensino fundamental e ensino médio (incluídas as modalidades da educação profissional e EJA) podem inscrever até dois projetos para participar da feira. O prazo termina em 7 de julho, e o resultado da seleção será divulgado no dia 9 de agosto. Os estudantes escolhem os temas, com base em observações prévias, e propõem soluções para resolver problemas em suas comunidades ou escolas.

A última edição da UFMG Jovem foi realizada em outubro do ano passado, com o tema Ciência, tecnologia e matemática para o bem comum. Foram selecionados 67 trabalhos desenvolvidos em 62 escolas de 28 cidades do estado. “Em sua grande maioria, eles trazem questões que suscitam reflexões relevantes, na medida em que são diretamente relacionadas ao dia a dia das próprias crianças e jovens e às suas inquietações” destaca a coordenadora.

Estudantes da Escola Estadual João Pinheiro, de Ituiutaba, ficaram com o primeiro lugar no ensino fundamental com o trabalho Efeitos dos agrotóxicos aplicados em canaviais nas culturas adjacentes. No ensino médio, o melhor trabalho –Leishmaniose: conhecer para prevenir – foi desenvolvido por alunos da Escola Estadual Professor Zoroastro Vianna Passos, de Sabará.

Na época, a TV UFMG percorreu os estandes na Praça de Serviços e entrevistou autores de alguns projetos. Assista ao vídeo:

A UFMG Jovem é promovida pela Diretoria de Divulgação Científica (DDC), vinculada à Pró-reitoria de Extensão (Proex). Mais informações podem ser solicitadas pelo e-mail  ou pelos telefones 31 3409-4427 e 31 3409-4428.

(Créditos da notícia: Samuel Resende/UFMG. Créditos da imagem: Júlia Duarte/UFMG)

Pesquisar

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Topo