Menu

 

 

  

Na manhã de quarta-feira, 6 de setembro, o Departamento de Bioquímica e Imunologia do ICB deu uma pausa em suas atividades para homenagear o professor e pesquisador aposentado Giovanni Gazzinelli, médico, doutor em Medicina e Bioquímica pela UFMG, especializado em imunologia celular de Esquistossomose e Doença de Chagas.

Nascido em 6 de setembro de 1927, ele, que fez parte do primeiro grupo de cientistas e educadores responsáveis pelo departamento, acaba de completar 90 anos, que foram celebrados na presença de familiares, antigos colegas de trabalho, professores e ex-orientandos, que se reuniram para dedicar memórias e palavras de afeto ao professor.

A comemoração, que foi realizada na sala Nello de Moura Rangel, foi organizada pela professora do departamento de Morfologia, Walderez Dutra, e por Leda Quercia, do departamento de Bioquímica.

Quem abriu a cerimônia foi o professor aposentado Enio Cardillo Vieira, da Faculdade de Medicina, que contou um pouco da história do homenageado, com quem trabalhou.

Em seguida, a professora Leda Quercia, que foi orientada por Gazzinelli em seu doutorado, falou da influência do professor na ciência e na pós-graduação, em que ele atuou na área de bioquímica de parasitas e imunoparasitologia.

Depois foi a vez de Débora Reis, professora do departamento de Morfologia, que, também orientada pelo professor em seu doutorado, destacou a importância dele no desenvolvimento da divulgação científica.

Elas, que se consideram “herdeiras do professor Giovanni”, expressaram gratidão pelos anos de convivência, pelos ensinamentos deixados e pela importância que teve na formação ética de seus orientandos e também enquanto cientista pioneiro.

Nessa solenidade composta de carinho e reconhecimento, as ex-alunas relembraram também a disponibilidade de seu professor, a abertura para tirar dúvidas, a precisão e o rigor no método científico, além de uma certa “pitada de humor Giovanniano”, recordada por Leda Quercia como uma das características próprias do professor.

Ao fim, Giovanni Gazzinelli retribuiu as demonstrações de afeto e também relembrou sua carreira científica, que resultou em cerca de 170 trabalhos publicados no exterior, relacionados a parasitas intestinais.

 

 

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Newsletter

Pesquisar

Topo