Menu

Álvaro Eduardo Eiras (Parasitologia), Paulina Maria Maia Barbosa (Biologia Geral) e Queila de Souza Garcia (Botânica) são os novos professores titulares do ICB.

A Comissão Avaliadora composta pelos professores Roberto Baracat de Araújo (UFMG), Nilo Bazzoli (PUC MG), João Batista Fernandes (UFSCAR) e Diolina Moura Silva (UFES), tendo os trabalhos previstos para essa promoção começado ontem, 13/06/2017. O resultado do processo foi divulgado na tarde desta quarta-feira, 14. O vice-diretor do Instituto, Carlos
Rosa, que acompanhou os trabalhos, parabeniza os colegas e deseja sucesso nessa nova caminhada.

 

Conheça um pouco mais sobre os professores

Álvaro Eduardo Eiras

Professor do Departamento de Parasitologia do ICB UFMG, Álvaro Eiras atua na área da Entomologia de Parasitos e Vetores. Empreendedor, possui 4 cartas de patentes (INPI e WCT), 8 pedidos de patentes (5 já licenciadas) e trabalha principalmente com o desenvolvimento de tecnologias inovadoras relacionadas ao mosquito Aedes aegypti. Foi Membro do Comitê Assessor e Avaliador do Programa Nacional de Controle da Dengue 2003-2008. Em 2013 recebeu duas premiações (1) "Edison Awards - Innovations & Innovators (Chicago, IL, USA) pela tecnologia MI-Dengue e (2) Prêmio José Costa da Fundação Dom Cabral, como a melhor tecnologia inovadora do Estado de MG na área de Saúde. Em 2006 recebeu o “Tech Award Museum", Tecnologia em Beneficio à Humanidade, Vale do Silício, CA, USA.

 

 

Paulina Maria Maia Barbosa

Professora e vice-chefe do Departamento de Biologia Geral do ICB UFMG, Paulina Barbosa desenvolve pesquisas e orienta nas áreas de Limnologia, Ecologia do zooplâncton e Educação Ambiental. Participa como professora e orientadora do curso de Pós-Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre (UFMG). Graduada em História Natural, pela UFMG (1975), é mestre em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos (1982) e doutora em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Ela também é revisora do Brazilian Journal of Biology, Arquivos de Biologia e Tecnologia (TECPAR), Biota Neotropica, Acta Limnologica Brasiliensia e Acta Scientiarum. Consultora ad hoc da FAP da Bahia (Fapesb), é vice-presidente da Associação Brasileira de Limnologia (ABLimno).

 

 

Queila de Souza Garcia

Professora de Fisiologia Vegetal no Departamento de Botânica do ICB UFMG, desde 1994, a Bióloga Queila Garcia é Pesquisadora do CNPq. Mestre e doutora em Biologia Vegetal pela Unicamp (1992, 1997), é pós-doutora em Ecofisiologia Vegetal pela Universitat de Barcelona, Espanha (2010). Orienta no Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal e atualmente seu trabalho tem ênfase em Ecofisiologia Vegetal, atuando principalmente nas áreas de germinação e dormência de sementes, banco de sementes, longevidade e envelhecimento de sementes, com ênfase em espécies dos campos rupestres.

 

 

Facebook Twitter YouTube Flickr SoundCloud

Newsletter

Pesquisar

Topo